Logo topo

    Quarta, 17 Abril 2019 17:00

    Legalizado, Transporte Público começa a operar no município

    Escrito por José Eugênio Rocha

    Foi só a partir de 2015, com a aprovação de uma Lei municipal específica, que o transporte público no mu-nicípio de São Gotardo passa a ser normatizado e regulamentado - ainda que circunscrito ao plano legal. Até então esse tipo de serviço funcionava ilegalmente, sem qualquer controle. Quem decidia o preço das passagens, se haveria circulação ou não de coletivo entre os bairros da cidade, horários de saída e chegada, segurança e condições técnicas dos veículos... tudo isso, era estabelecido pelos próprios donos de ônibus ou de empresas que atuavam no setor.

    Convêm lembrar que, por se tratar de uma prestação de serviço público, o Sistema de Transporte Coletivo deveria ser regulado e comandado em acordo, não com os interesses das em-presas, mas dos usuários e de toda a população.

    Dada a sua extensão e complexidade, não foi tarefa simples ou fácil concluir o processo de regulação e implantação do sistema de transporte coletivo municipal, e que passa a vigorar plenamente a partir deste mês de março de 2019. Pra se ter idéia das dimensões do desafio, basta citar que foram necessários cerca de 5 anos para sua conclusão final. Os trâmites, desde a elaboração do projeto de lei e aprovação do decreto legislativo pela Câmara Municipal, foram mais de 2 anos de discussão e debates acalorados. A partir daí, foram necessários mais 3 anos para que chegasse a termo o edital de licitação: um calhamaço de regras, termos técnicos, e um sem número de critérios e exigências legais.

    Como ficou estabelecido em Lei, uma só empresa assumiria todo o serviço do transporte público de passageiros, incluindo aí, tanto a circulação de Coletivo entre os bairros da cidade como o transporte de passageiros entre a cidade e os quatro distritos e povoados do município, a saber: Guarda dos Ferreiros, Capelinha do Abaeté, Vila Funchal e Cerca Velha( e três Capóes).

    No dia 12 de dezembro último foi realizado o pro-cesso licitatório em concorrência pública. Venceu a empresa que, além de atender e se comprometer a cumprir todas as cláusulas de qualidade, eficiência e es-trutura operacional constantes no contrato, ofertou o menor preço das passagens. Só a partir da assinatura do contrato é que se colocou em prática o processo de adequação e reorganização dos Pontos de parada de ônibus - o desfecho final. Também aí, a escolha dos locais demandou longos estudos, que levaram em conta os trajetos pré definidos por onde circulariam os ônibus, as condições adequadas de saída e parada, os pontos de melhor acessibilidade, critérios de consonância com as demandas e o próprio fluxo de veículos, etc. Esta fase final, qual seja, a fixação dos pontos de parada, representou, simbolicamente, o sinal verde para o tão aguardado início das operações de transporte coletivo do município.

    Por tudo isso, pela soma de esforços da Administração municipal, do Poder Legislativo, do grupo de técnicos e funcionários do setor de obras, que se debruçou por dias e noites para a consolidação de todo o processo; pelos empresários que assumiram a tarefa de colocar em movimento toda esta máquina denominada Transporte público municipal, São Gotardo dá um vigoroso passo rumo ao futuro. Quem ganha é toda a população: o idoso que agora pode visitar sua filha no outro lado da cidade; o trabalhador que percorre longas distâncias para garantir o sustento da família, a dona de casa que pode ir ao centro fazer suas compras e retornar com tranquilidade, e todos que necessitem se locomover entre bairros e área central da cidade - assim como nos percursos cidade/distrito... pela segurança e conforto dos usuários, e tantas outras conquistas que a implantação do sistema passa a oferecer.

    Ao longo das primeiras semanas de funcionamento, ajustes serão feitos. Medidas de adequação visando aprimorar o serviço ofertado à população serão tomadas. O importante é que agora, pode espalhar a noticia que São Gotardo conta com um sis-tema de transporte público á altura.

    coletivo01Catraca: um novo e moderno sistema de controle e cobrança passa a funcionar nos ônibus de transporte coletivo.

     

    coletivo02Com a implantação do sistema, o bem vindo ordenamento dos pontos de parada

     

    coletivo03Dezenas de reuniões foram realizadas até se chegar ao modelo definitivo.

     

     

     

     

    loading...
    + Lidas do mês
    Tem Agrotóxico na água que abastece São Gotardo?
    Municipalizar o Trânsito de São Gotardo. Caminhos e desafios.
    Os contrastes das duas praças centrais
    COPASA se posiciona sobre Agrotóxico na água
    Isenção de multa sobre impostos municipais aguarda decisão judicial

    Encontre-nos

    Edição atual

    jd113 capa

    © 2019 Jornal DAQUI - Todos os direitos reservados.